Que os dados são o ativo mais valioso dos tempos atuais não é nenhuma novidade. Mas uma vez que a empresa obtém essas informações – por meio de cadastros, promoções, acesso exclusivo a um determinado conteúdo, etc. – surgem novos e complexos problemas: o que fazer e como manusear tantos dados? Como usar essas informações de maneira alinhada à estratégia de negócios e em tempo hábil?

Foi para resolver essa questão que a agência de marketing digital Raccoon criou o Account Analyzer. A ferramenta é capaz de cruzar uma quantidade imensa de dados, de diversas formas e fontes diferentes, alimentando a operação de marketing com informações úteis, e que seriam praticamente impossíveis de serem obtidas via análises realizadas de forma manual. Ao todo, são mais de 40 padrões de análises pré-definidas, e mais uma infinidade de análises feitas sob demanda para cada conta.

Acerca de sua funcionalidade, o software consegue prover diversos tipos de análises diferentes, desde as mais simples, de hora em hora para análises diárias que usam modelos estatísticos de predição, indo até a análises que são puramente segmentação de dados em tempo real. Além disso, a ferramenta pode criar relatórios personalizados e atualizados automaticamente. Dessa forma, é possível que o analista tenha acesso a informações muito precisas sobre o comportamento do seu público-alvo de maneira muito mais veloz.

“Na ponta do cliente, o benefício é literalmente eficiência. Isso porque o analista não precisa mais perder seu tempo na combinação manual de milhares de dados. Agora ele pode direcionar seu esforço para ações concretas de performance baseadas em um banco de análises rico, repleto de informações específicas e contundentes, que o programa entrega para ele. O resultado disso é o volume de negócios dos clientes, é uma equação lógica”, afirma Carlos Lopes, Gerente de Tecnologia e BI na Raccoon.

Segundo o especialista, a criação do Account Analyzer a agência de marketing digital contou com apoio das ferramentas do Google Cloud, especialmente Kubernetes, Google Compute Engine, Google BigQuery e Google Cloud Storage. “Além de facilitar a construção da ferramenta, essa praticidade que o Google Cloud traz, faz com que nosso time pense em soluções muito mais complexas. Projetos que antes não eram nem discutidos, hoje estão em nossa fila de desenvolvimento”, diz.

Lopes acrescenta ainda que a agência já trabalha em novas atualizações do Account Analyzer para análises ainda mais complexas. “Estamos trabalhando para que a ferramenta seja capaz de realizar análises estatísticas ainda mais complexas, com modelos matemáticos de correlação e preditivos, que irão analisar dezenas de terabytes em questão de poucas horas, ou até mesmo minutos”, finaliza.

PUBLICIDADE
COMPARTILHAR