Presente no mercado há 21 anos, a MCM Brand Group – grupo de comunicação integrada e de atuação nacional e internacional, detentor das marcas MCM Brand Experience, MCM Brand USA e MCM Digital – realizou o evento de lançamento do selo Lado B no dia 17 de abril, na Casa de Babette, localizada na Barra Funda – em São Paulo. Parceiros de longa data estiveram presentes no evento que contou com painéis informativos com representantes de empresas como IBM, ONU Mulheres, GreenHub, BASF, WeConnect e Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

A novidade foi implementada com a própria equipe de colaboradores, até que estivesse madura o suficiente para atender a demanda dos clientes com excelência, e na noite desta quarta-feira saiu dos sonhos da CEO Mônica Schimenes e tornou-se realidade “O que fazia parte do DNA da MCM agora será tangível a outras empresas, não podíamos estar mais felizes”. O evento contou com a presença de 100 convidados, entre clientes, imprensa, parceiros e amigos, que tiveram a oportunidade de conhecer estratégias empregadas por grandes empresas no que diz respeito à inclusão, diversidade, sustentabilidade e acessibilidade, mostrando a necessidade de iniciativas como a proposta pela MCM.

O lançamento foi dividido em dois painéis com os temas ‘Sustentabilidade na prática’ e ‘Diversidade e Inclusão de verdade’, além da Carolina Ignarra, sócia-fundadora da Talento Incluir, e Maite Schneider, fundadora da Transempregos, contando e emocionando o público com suas histórias. “Apesar das três faculdades e diversos cursos que tenho, nunca estive nos padrões para conseguir um emprego com registro, então criei minha própria empresa e ajudo pessoas que sofrem com a mesma situação que passei”, comentou Maite. Os compromisso adotados pelo selo representam uma mudança de perspectiva, com atuação real em ‘Comunicação acessível e inclusiva’, ‘Rede inclusiva e de negócios sociais’, ‘Equidade em recursos humanos’ e ‘Visão sustentável com otimização de recursos’, que serão empregados interna e externamente.

Além disso, os convidados e casting representavam o significado de inclusão e diversidade, com a presença de cadeirantes, transsexuais, pessoas com síndrome de down, negros e LGBTI+ em um clima de transformação que tomou conta no ambiente, acompanhado da propagação de conhecimento e informação. “Inclua sim pessoas fora do seu padrão social em sua empresa, diferentes perspectivas ajudam a prevenir erros que podem ofender muita gente, sendo assim, conheça o lado do outro, escute e dê sempre oportunidade”, esse foi o apelo feito por Cintia Ramos, CMO da Diáspora Black, uma rede global de anfitriões e viajantes que amam a cultura negra e buscam viver experiências autênticas e inesquecíveis em suas viagens.

A otimização de recursos também foi uma das questões presentes no lançamento, o evento se propôs a dar o destino correto a todos os resíduos gerados, utilizando compostagem e upcycling. Os crachás, por exemplo, foram feito com papel reutilizado de caixas que seriam descartadas; os banners, de lonas reaproveitadas de outros eventos, com ilustrações realizadas à mão; e na era da redução do plástico, apenas descartáveis biodegradáveis ou materiais duráveis estavam presentes. “Pensar em sustentabilidade é pensar em futuras gerações”, comenta Cindy Carbonari, uma das painelistas do evento e Diretora Institucional da Base Colaborativa, organização sem fins lucrativos que potencializa pessoas e ideias que querem melhorar o mundo.

Na ocasião, coletivos de empoderamento de minorias representadas tiverem espaço de mostrar seus trabalhos, como a Afrotometria – coletivo formado por seis fotógrafos negros que se uniram em 2018 com o objetivo de combater o racismo dentro do meio fotográfico; TransMissão – coletivo que, desde 2018, luta por igualdade e espaço para homens e mulheres transsexuais no mercado de eventos; Free Soul Food – empresa criada por duas mulheres e emprega refugiadas, que desenvolve cardápios com alimentos funcionais, naturais, veganos e vegetarianos para uma alimentação que faça bem, propiciem benefícios ao organismo e que possam ser saboreados com prazer, isso priorizando pequenos produtores e alimentos orgânicos.

O selo funciona como uma certificação que atesta os compromissos como agência para melhores práticas e assegura ao cliente suas escolhas a favor da diversidade, inclusão e sustentabilidade, por isso, o evento mostrou a importância da discussão do tema para empresas de diversos níveis, além do interesse de cada uma delas em aprenderem e se tornarem representativas. Desta forma, a MCM Brand Group fortifica a cada dia seus valores e dá voz e vez a inclusão, sustentabilidade e diversidade na prática.

Veja mais fotos do evento:

PUBLICIDADE
COMPARTILHAR