Brasil define equipe para o Mundial de Revezamentos do Japão

Foram chamados 16 atletas do 4x100 m, masculino e feminino, e do 4x400 misto, que agora é prova olímpica, para Camping de Treinamento e Competições em Chula Vista (EUA) e em Saitama (JAP), mesmo lugar da aclimatação do Time Brasil para os Jogos de Tóquio 2020

22

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) convocou os 16 atletas que representarão o País no Campeonato Mundial de Revezamentos, que será disputado nos dias 11 e 12 de maio, em Yokohama, no Japão. O Brasil participará com três equipes: o 4×100 m masculino, o 4×100 m feminino e o 4×400 m misto.

Todos os atletas foram chamados pelo Ranking combinado dos anos de 2018 e 2019. Este é o quarto Mundial de Revezamentos da IAAF. Os três primeiros foram realizados em Nassau, nas Bahamas.

Todas as equipes finalistas em Yokohama garantirão participação no Campeonato Mundial de Doha, no Catar, de 27 de setembro a 6 de outubro.

“Assegurar a classificação antecipada para o Mundial de Doha é o nosso objetivo”, disse o técnico Felipe de Siqueira da Silva, do 4×100 m masculino. “Para isso, é terminar a final entre os oito. Aí é botar a cabeça no travesseiro e pensar só no Catar. Se não acontecer temos até o dia 6 de setembro para fazer um resultado que coloque a equipe entre os 16 melhores do mundo”, completou.

A programação da delegação prevê um Camping de Treinamento e Competição em Chula Vista, em San Diego, nos Estados Unidos, por um período de 15 dias e, depois disto, a equipe fará aclimatação na cidade de Saitama, no Japão, por mais 10 dias.

Estão programadas competições nos dias 19, 20 e 26 de abril nos Estados Unidos para que a equipe busque a melhor forma possível para participação em Yokohama. Em Saitama, a delegação utilizará as mesmas dependências em que o Time Brasil ficará para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e, possivelmente, as equipes participarão de uma competição no Japão.

A decisão de participar com as três equipes no Mundial foi tomada pelo Comitê Técnico da CBAt, que avaliou as possibilidades de classificação dos grupos. A inclusão do 4×400 m misto foi tomada porque a prova agora é olímpica e no entendimento dos integrantes o Brasil teria uma forte equipe.

Os atletas viajam em grupos separados por causa da obtenção de vistos exigidos para os Estados Unidos e Japão (o primeiro embarca nesta quinta-feira, 11/4, pelo voo da American Airlines 962, às 20:50, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, São Paulo).

A primeira lista tem Jorge Henrique Vides, Derick de Souza, Vitor Hugo dos Santos, Rodrigo Pereira do Nascimento, Lucas da Silva Carvalho e Alexander Russo, além do técnico Felipe de Siqueira da Silva. Paulo André de Oliveira e Carlos Alberto Cavalheiro já estão no Camping Internacional de Treinamento e Competição nos Estados Unidos.

Os atletas convocados são os seguintes:

4×100 m masculino

Paulo André de Oliveira

Jorge Henrique Vides

Derick de Souza Silva

Vitor Hugo dos Santos

Rodrigo Pereira do Nascimento

4×100 m feminino

Vitória Cristina Rosa

Franciela Krasucki

Ana Carolina Azevedo

Lorraine Barbosa Martins

Andressa Moreira Fidelis

4×400 m misto

Geisa Coutinho

Tiffani do Nascimento Marinho

Cristiane dos Santos Silva

Lucas da Silva Carvalho

Alexander Russo

Hugo Balduíno

Comissão Técnica:

Treinador-chefe e do 4×100 m feminino: Carlos Alberto Cavalheiro (RJ)

Treinadores: Felipe de Siqueira da Silva – 4×100 m masculino e Evandro Lazari – 4×400 m misto

O Camping Internacional de Treinamento e Competição em Chula Vista é organizado pela CBAt e o Comitê Olímpico do Brasil (COB), como parte do Programa de Preparação Olímpica (PPO), com recursos do COB e do Programa CAIXA de Campings Nacionais e Internacionais de Treinamento.

A equipe brasileira participa do Mundial de Revezamentos com recursos do Programa de Apoio às Seleções Brasileiras da Caixa, a patrocinadora oficial do atletismo brasileiro.

PUBLICIDADE
COMPARTILHAR